Hotel Adler e o Restaurante Swiss Chuchi em Zurique

Aléxia Muniz
Aléxia Muniz
Olá! Meu nome é Aléxia, criei esse blog para poder falar de viagens. Meu objetivo é te ajudar a viajar, através das minhas histórias e experiências. Bem-vindo ao meu mundo!

Zurique, primeira parada da nossa esperada viagem pra Suiça, passaríamos pouco tempo na cidade e por isso, procurei uma hospedagem num lugar bem localizado e que fosse charmoso. Encontrei o Hotel Adler, que conta com um dos restaurantes mais tradicionais da cidade o Swiss Chuchi, então escolhi como primeiro hotel da viagem.

Localização

O hotel tem como a localização um dos seus pontos fortes, fica bem no coração do centro histórico de Zurique, Niederdof. Ali na cidade velha fica a maior parte dos pontos turísticos como igrejas, praças e lugares lindos e charmosos. Na minha opinião, melhor lugar para se hospedar na cidade é naquela região.

Além disso, tem vários restaurantes e bares naquelas ruas, então para quem gosta de passear a noite, é o melhor lugar. Andamos o tempo inteiro a pé, ao lado do Rio Limmat e fica próximo de Banhofstrasse, que é a principal rua comercial da cidade e onde fica localizado as principais lojas de luxo e conhecida como uma das ruas mais caras da Europa.

Endereço: Rosengasse 10, 8001 Zürich, Suíça

O Hotel

O hotel é muito charmoso, localizado numa esquina com praças ao redor e no meio das ruas de paralelepípedos, é o único hotel três estrelas superior no coração da cidade velha de Zurique. Possui 52 quartos renovados com ar-condicionado(o que não é muito comum na Suiça, a maior parte dos hotéis não tem ar) e com lindos murais pintados por Heinz Blum em cada quarto.

O hotel foi construído no século XVI e mantém o estilo charmoso de antigamente. É uma ótima opção para casais por ser um hotel pequeno e romântico. O hotel também oferece café da manhã, pago a parte, nas nossas diárias não estava incluso e optamos por não pegar porque normalmente, jantávamos tarde e acordávamos sem fome.

Não espere grandes comodidades como hotéis de grande porte, não tem academia, piscina, spa ou estacionamento. É um hotel charmoso e pequeno, tipo boutique. O hotel também conta com wi-fi em toda propriedade. Curiosidade: tem uma vaca chamada ‘’Heidi’’ saindo da varanda de um dos quartos, é tipo a mascote do hotel.

Quarto

Todos os quartos tem um mural com imagens da cidade diferentes, o que torna cada um único. Cada quarto tem uma vista única da cidade também. O nosso quarto tinha a vista pra uma praça super linda, que aos sábados rola uma feirinha bem típica e uma fonte com água potável que você pode encher e beber tranquilamente enquanto passeia pela cidade.

O nosso quarto era o standard duplo com uma cama king, escrivaninha, frigobar com coca, água e suco gratuito(o que é um alívio pelos altos preços na cidade). Apesar do hotel ter ótima localização no meio de restaurantes e bares, não escutamos nenhum barulho da rua, já que o quarto é a prova de som.

Eu tinha comunicado por email pro hotel que era nosso aniversário de casamento e eles prepararam uma pequena surpresa no quarto com decoração comemorativa e vários toblerones pelo quarto, amamos, óbvio.

O banheiro é limpo, iluminado e o chuveiro bom. Apesar do frio lá fora, o quarto fica bem quentinho devido ao aquecedor e a cama é boa. Além dos toblerones, deixaram um cartão postal do próprio hotel que achei bem lindinho. Ah e pelo aniversário de casamento, ganhamos duas taças de espumante para tomarmos no bar.

Restaurante Swiss Chuchi

Dentro do hotel, fica um dos restaurantes mais tradicionais da cidade, o Swiss Chuchi. Ele é especializado em comidas típicas suíças. O ambiente é todo decorado como uma taverna antiga suíça, dá pra comer dentro ou fora do restaurante.

É ali que servem o café da manhã do hotel, também. O restaurante é muito famoso pelo fondue de queijo, é considerado o melhor da cidade e olha, que eu pesquisei bastante e ele aparece em todas as listas de recomendados.

Sobre esse momento pós pandemia, eles estão pedindo o certificado suíço para comer dentro do restaurante, para comer nas mesas externas, não precisa. O restaurante é bem concorrido e toda noite tinha fila. Eles existem desde 1953 e é necessário fazer reserva pelo próprio site.

Apesar deles servirem todos os pratos tradicionais, fomos no mais famoso fondue de queijo da casa mesmo(eles têm 9 tipos diferentes de fondue), Fondue Adler mit gereifteren Käsesorten, é especial Adler feito com uma mistura de queijos, vinho branco, licor de cereja e alho. Eles recomendam um por pessoa, porém, pedimos 1 só e o valor do fondue é CHF 34,90 francos suíços. O fondue vem acompanhado de mini batatinhas cozidas e pão.

O fondue é delicioso, amamos tudo, vale muito a pena a experiência quando visita a cidade. Acho que é legal principalmente pra quem tem pouco tempo na cidade ou só 1 dia pra poder comer comida típica e experimentar o gostinho suíço.

Horário de Funcionamento:

Segunda a sexta: 11:30 to 23:15
Sábado e domingo: 12:00 to 23:15

O que eu achei? Vale a pena?

MUITO! O hotel é super bem localizado, charmoso, romântico e é tudo que esperamos na Suíça. Foi uma decisão bem acertada para começar a viagem e como tínhamos pouco tempo na cidade, apenas 2 dias, foi essencial ter ficado no meio de tudo e feito muita coisa a pé.

O hotel é ideal pra quem busca por localização, conforto e atendimento. Os pequenos detalhes fazem diferença como a chaleira no quarto com café e chá. E pelo fato de ter o restaurante junto, foi ótimo, pois fomos no primeiro dia da viagem e conseguimos agendar na recepção na hora que chegamos para jantar. Vale muito a pena!

Beijos!

Compartilhe esse post:

– leia mais –

Posts relacionados