Passeio de Quadriciclo em Campos do Jordão

Aléxia Muniz
Aléxia Muniz
Olá! Meu nome é Aléxia, criei esse blog para poder falar de viagens. Meu objetivo é te ajudar a viajar, através das minhas histórias e experiências. Bem-vindo ao meu mundo!

O passeio de quadriciclo é um dos mais famosos em Campos do Jordão. Acredito que pelo fato de ter muitas trilhas, morros e toda região da Serra da Mantiqueira, torna-se um destino propício para esse tipo de passeio. Eu já fiz umas 4 vezes o passeio e nessa última vez, registrei tudo para vir falar pra vocês.

Empresa que fizemos

Não é a primeira vez que fazemos o passeio com a Quad Mania e gostamos sempre. A Quad Mania é bem famosa em Campos e foi criada em 2009, eles ficam localizados bem próximo ao centrinho e é fácil de encontrar.

Endereço: Av. José de Oliveira Damas, 600 – Vila Capivari – Campos do Jordão/SP.

Os quadriciclos são novos, tem vários instrutores e você chegando lá, as vezes, dependendo da disponibilidade já consegue entrar no próximo grupo.

Tipos de passeios

Eles têm vários tipos de passeios e normalmente, os passeios mais curtos vão grupos maiores e com isso, acaba sendo um passeio mais tranquilo, já que os instrutores tem que ajudar quem não tem experiência.

Passeio Trilha da Bolinha

Trilha exclusiva, visual paralelo ao morro do elefante ao total são 5 mirantes, após concluir o percurso adentramos em uma trilha particular onde a adrenalina vai tomar conta de você.

Ladeando o morro por entre a mata segue o passeio até o visual do morro do elefante.

Duração: 1 hora

Passeio Pico do Imbiri

Trajeto com muito verde e vários mirantes onde só transitam veículo 4×4 chegamos ao ponto mais elevado de Campos do Jordão 1.860 metros com um ponto turístico onde você vai pilotando seu quadriciclo curtindo o visual da Pedra do Baú (MG) e toda a beleza que campos oferece de um outro anglo vista de 360º divisa entre São Paulo e Minas.

Duração: 1 hora e 30 minutos.

Passeio Pico do Imbiri + Gruta dos Crioulos

Acho que esses valores mudam de acordo com a época

Esse é um passeio para quem curte dificuldade e adrenalina, vamos entrar em uma trilha e visitaremos a gruta, onde os escravos se escondiam de seus proprietários fazendeiros, passando por várias trilhas 4 x 4.

Duração: 2 horas

Passeio Pedra do baú

Vamos embarcar em um passeio inesquecível, faremos trilhas estradinhas de terras e vamos encontrar todo um visual único e impar visitando a magnífica pedra do baú.

Duração: 3 a 4 horas.

Opção: Pico do Imbiri + Gruta.

OBS: Apenas com agendamento prévio.

Nosso passeio

Nós já fizemos todos esses, só não fizemos ainda o passeio pra Pedra do Baú. Bem que meu marido queria rss, quem sabe na próxima. Nessa última vez, fizemos o passeio de 2 horas. O valor dele é R$350 2 pessoas no quadriciclo, mas como fomos numa segunda-feira, conseguimos um desconto e pagamos R$300.

Passamos lá a tarde e agendamos para o dia seguinte. No nosso passeio, não tinha mais ninguém, o meu marido já sabia pilotar, mas mesmo assim eles fornecem uma aulinha no estacionamento do local. Eles dão capacete e touquinha descartável. É obrigatório usar capacete e você pode levar o seu próprio, caso tenha.

Saímos de lá com o guia, eu fui na garupa e seguimos para o primeiro ponto. O Pico do Imbiri tem uma vista linda e a Quad Mania colocou no local um balanço e uma placa bem legal com alguns destinos, perfeito para tirar foto. Tem uma pequena trilha com piso de madeira, tipo um mirante, porém estava meio desgastado e não conseguimos chegar até o final, já que tinha umas estacas de madeira faltando.

Acho que poderiam dar uma melhorada no local, mas como o local só é acessível via quadri ou a cavalo, tem que ser a própria empresa a arrumar mesmo. Os instrutores sempre colocam o quadriciclo numa pedra onde fica uma foto bem legal.

Gruta dos Crioulos

De lá, fomos para o próximo ponto, o Gruta dos Crioulos. A primeira vez que fomos nessa Gruta, fomos com um grupo de amigos nesse mesmo passeio de quadri, e tinha uma vendinha na frente, vendia água, refri, pastel e foi bom, pois aproveitamos e compramos uma água. Dessa vez, após 6 anos, não tinha nada mais ali e fez falta.

A Gruta dos Crioulos é um lugar interessante, mas tá mal cuidado. Tem lixo, algumas pichações e tá um tanto quanto jogado. A Gruta trata-se de uma monumental pedra de 700 m2, com um diâmetro de 30 m de altura e 20 m de profundidade. Cabe várias pessoas ali dentro e tem um caminho para a saída de dentro da gruta.

As histórias são de que antigamente, a gruta era um refúgio para os escravos fugidos das fazendas de regiões vizinhas e para se abrigarem da fúria dos capitães do mato. No tempo da escravidão, o local era praticamente inacessível devido a quantidade de mata fechada. O local era conhecido como Velho Caminho das Minas de Ouro, que ligava o Sul de Minas até São Paulo.

O que achamos? Vale a pena?

De lá, fizemos mais algumas trilhas muito legais. O guia era muito gente boa e conseguimos andar bastante dentro de várias matas e lugares diferentes, foi muito divertido e adoramos o passeio.

No final, ficamos com o cabelo todo sujo(mesmo dentro da touca) e roupas sujas de terra. Recomendo ir com calçado fechado, blusa, levar um casaco, passar protetor solar e usar uma roupa que não se importe de sujar. O sol queima durante o passeio, mesmo não parecendo, o condutor fica com o braço esticado o tempo todo e acaba queimando.

Para ir na garupa, só maiores de 10 anos. Os menores de 10 anos vão com o monitor.  Não é difícil dirigir, apesar do quadri ter marcha e embreagem, eles deixam no automático e ai só precisa acelerar e frear.  Além dos passeios nos quadriciclos, eles tem alguns UTV, que é uma mistura entre quadri e carro. É mais caro.

É um dos nossos passeios favoritos e sempre que viajamos pra lugares que tem, nós gostamos de fazer. Vale muito a pena, mas é um passeio com mais adrenalina e aventura. Mas se você gosta, não deixe de ir!

Beijos!

Compartilhe esse post:

– leia mais –

Posts relacionados